Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

nazareno
Nazareno
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Nazareno

Nazareno

Nazareno

  • "Ali Onde Não Se Está" | 2012 | obra que faz parte do acervo do Museu de Arte Contemporânea da USP, SP
  • Detalhe da obra Detalhe da obra "Eu sempre Soube" | 2010
  • "Não Chore as Pessoas Estão Olhando" | 2012

Nazareno

10 Iten(s)

   

  1. "Até Que Nos Deixem Sair"

    Nazareno

    Em "Até que nos deixem sair", Nazareno engarrafa um pequeno barco e o fixa em um mar de fios de seda. O limite do mar se dá por uma bandeja de porcelana branca que contrasta com o azul do emaranhado das linhas. “Aqui discuto o cerceamento imposto pelas noções de infinito e limites que remetem às tradicionais fronteiras naturais que eram as águas do oceano. Neste trabalho, coloco ainda a possibilidade de interação do espectador com o mesmo, pois o mar de seda que proponho se alinha de acordo com o desejo do público”, comenta Nazareno. Esta edição exclusiva da Carbono Galeria vem a...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2014
    • Técnica porcelana, seda, vidro, madeira, tecido
    • Dimensões (A x L x P) 7 x 49 x 35 cm
    • Edição 15
    R$ 15.000,00
  2. "E Se Provou a Liberdade Uma Vez, Nada..."

    Nazareno

    Nessa obra realizada com exclusividade para a Carbono Galeria, Nazareno desenha um coração, multiplicado a partir da serigrafia, e intervém manualmente em cada edição com lápis-aquarela, colorindo-os de maneiras diferentes. Usa tanto cores quentes como o vermelho, o laranja e o rosa, quanto cores frias como o azul e o verde. Apesar do mesmo formato e funções fisiológicas, o coração de cada um bate diferente, sente diferente. Nazareno mistura nessa obra a representação figurativa deste órgão vital, com sua relação com o amor que sentimos.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2014
    • Técnica serigrafia, nanquim e lápis aquarela s/ papel
    • Dimensões (A x L) 35 x 50 cm
    • Edição 30
    R$ 5.000,00
  3. "Ilusões"

    Nazareno

    Sentimentos são condensados em uma caixa metálica, como os alimentos enlatados que encontramos no supermercado. Cuidado ao abrir. E atenção, elas possuem data de validade. 01 Unidade - R$ 2.000,0010 Unidades - R$ 10.000,00A obra vem acompanhada de certificado de autenticidade assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 1999
    • Técnica metal e papel
    • Dimensões (A x L x P) 6 x 6 x 6 cm
    • Edição ilimitada
    R$ 2.000,00
  4. "Manual da Floresta"

    Nazareno

    Com alguns conselhos elencados em forma de itens, o artista descreve atitudes importantes para a sobrevivência no que ele chama de “Floresta”. Percebemos no conteúdo uma confusão entre a floresta no sentido de área verde e no sentido de vida, cotidiano e relações humanas. O artista ainda destaca palavras e frases como “...não tire os outros por si”, “aprenda a voar”e termina com “...a floresta jamais desistirá de você”. Atenção: o valor não inclui a moldura. 

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2014
    • Técnica serigrafia
    • Dimensões ( A x L) 72 x 50 cm
    • Edição 50
    R$ 3.500,00
  5. "Numa Terra Selvagem"

    Nazareno

    Em "Numa Terra Selvagem", Nazareno constrói um espaço com uma cama de madeira e colchão de mármore. Imediatamente pensamos naquele local como um quarto, ainda mais com o recorte circular no papel branco. Como não lembrar dos olhares pela fechadura da porta? Esse recorte nos levar a abaixarmos para mirar através dele, criando uma relação intimista entre o lugar e o espectador. Apesar do trabalho delicado realizado na estrutura de madeira da miniatura de cama, seu colchão é duro, é de pedra, resgatando, assim, sua condição de objeto.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2014
    • Técnica madeira, mármore, papel
    • Dimensões (A x L x P) 20 x 29 x 38 cm
    • Edição 15
    R$ 10.000,00
  6. "Os Instrumentos De Uma Carta De Amor"

    Nazareno

    Nazareno compõe um quadro nos moldes de um “caça palavras” e lista do lado esquerdo da gravura o que devemos procurar. Interessante notar que todas as palavras estão relacionadas a sentimentos e fatos que podemos encontrar em cartas de amor. Curiosamente, a primeira e a última palavra se repetem: mentira. A obra é assinada e acompanha certificado de autenticidade. *O valor da obra não inclui moldura.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2009
    • Técnica serigrafia
    • Dimensões ( A x L) 66 x 66 cm
    • Edição 100
    R$ 3.000,00
  7. "Somos Assim, O Que Podemos Fazer?"

    Nazareno

    A escultura é uma miniatura de um piano, obra que faz parte de uma série do artista que traz instrumentos musicais em pequena escala. O desenho, seus detalhes e cores, nos remetem a objetos muito comuns até pouco tempo atrás, objetos feitos em cerâmica e acabados com pintura brilhante. A obra é numerada e assinada.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2009
    • Técnica cerâmica
    • Dimensões (A x L x P) 24 x 29 x 15 cm
    • Edição 30
    R$ 15.000,00
  8. "Um deles é realmente sincero"

    Nazareno

    Nazareno, neste serigrafia, como de costume faz apologia à alguma circunstância da vida em comum -seja concreta ou abstrata- que impregna o desenho, deixando ao observador uma ampla força imaginativa. Dos sorrisos falsos, qual você aponta como genuíno?  A obra é numerada e assinada.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2019
    • Técnica serigrafia sobre papel
    • Dimensões ( A x L) 41 x 31 cm
    • Edição 40
    R$ 3.000,00
  9. "Você É Um Problema Seu "

    Nazareno

    Nesta serigrafia, o artista usa a frase "Você é um problema seu" ao lado de uma imagem de uma casa para nos fazer refletir. Algo muito recorrente em suas obras, a frase não nos da uma resposta imediata, e sim, nos instiga a pensar a relação entre a imagem e o texto.  A obra é numerada e assinada. *o valor não inclui a moldura. 

    Disponibilidade: Resta apenas 1

    • Gravura
    • Data 2016
    • Técnica serigrafia
    • Dimensões ( A x L) 40 x 30 cm
    • Edição 50
    R$ 3.000,00
  10. "O Calendário Amoroso"

    Nazareno

    A gravura traz os dias de um mês, organizados segundo à visualidade dos calendários. Logo abaixo, o artista lista importantes datas como “O seu aniversário”, “O aniversário de quem você ama” e termina com “Uma data feliz que você nunca esqueceu “. Dias que geralmente são marcados em nossas agendas, mas que de fato não precisam ser, pois estão já marcados em nossa memória. Obra numerada e assinada pelo artista.Valor da obra não inclui moldura. 

    Disponibilidade: Sem estoque

    • Gravura
    • Data 2010
    • Técnica serigrafia
    • Dimensões ( A x L) 50 x 40 cm
    • Edição 40
    EDIÇÃO ESGOTADA

Nazareno

10 Iten(s)

   

São Paulo (SP), 1967 | Vive e trabalha em São Paulo (SP), Brasil.

Nazareno é bacharel em artes visuais pela Universidade de Brasília. Além de seu trabalho como artista, atuou como professor, curador, coordenador de espaços culturais e consultor em edições de artes plásticas. Trabalha com diferentes mídias, como desenho, gravura, escultura, instalação e vídeo. Já realizou diversas exposições, das quais se destacam as realizadas no MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e de São Paulo, o Museu de Arte de Brasília, o  Instituto Itaú Cultural, a Funarte, o Instituto Tomie Ohtake, entre outros. Participou de salões nacionais, projetos de mapeamento como o "Rumos Visuais Itaú" e residências artísticas. Nos anos de 2011, 2008 e 2006 foi indicado ao prêmio Marco Antônio Vilaça-SESI, em 2010 foi um dos artistas convidados do 29º Arte Pará. Em 2013, lançou o livro “Num Lugar Não Longe de Você” e em 2004, publicou o livro “São as Coisas Que Você Não Vê Que Nos Separam”. Suas obras fazem parte de importantes coleções públicas e privadas.

O processo de produção do artista parte de uma pesquisa do cotidiano. Fatos corriqueiros e aparentemente banais podem se mostrar potentes a Nazareno e serem transformados em situações lúdicas, principalmente se relacionados à verbalidade e se forem ativadores de memórias.

Suas obras articulam muitas vezes imagens e textos. O uso da palavra é constante e muito importante para Nazareno, a oralidade sempre foi presente em seu crescimento, criando, assim, não somente um vasto repertório, mas uma necessidade de se expressar também com as palavras. O artista afirma não criar poemas ou textos, ele os chama de “acidentes literários”. Mesmo quando a palavra não está inscrita no objeto artístico, ela se faz presente no título. Nazareno sempre titula seus trabalhos e os vê como uma forma de criar outras visões, conduzindo o espectador a diferentes caminhos interpretativos. 

Outro aspecto que deve ser destacado em sua produção é a escala escolhida pra  suas esculturas e objetos. O artista cria pequenas obras, como miniaturas de objetos. Estes tratam de coisas inseridas no dia a dia comum a todos, como a cama, a cadeira, o barco, a garrafa, o prato, o piano, entre outros, sendo, dessa forma, facilmente reconhecidos. Com essa miniaturização, o artista propõe que o adulto, seu público principal,  seja rebaixado à condição infantil, que ele seja surpreendido e veja aqueles objetos de um ponto de vista diferente.

No entanto, sua poética não fala somente de alegrias. São obras que envolvem e geram muitos sentimentos, tratam na maioria das vezes de relações humanas e assim podem ser também relacionados a decepções.

Em seu trabalho, nada está ali por acaso. O desenho, a forma, a cor, o texto, o título, tudo é preciso e em tudo estão contidas faíscas de leitura e reflexão para o espectador.

 
TOPO