Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

janet-vollebregt
Janet Vollebregt
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Janet Vollebregt

Janet Vollebregt

Janet Vollebregt

  • "Imagine Intuition" | 2022 | Museum De Lakenhal, Leiden, Holanda
  • "Esférica" | 2022 | Museu Nacional da República (MUN), Brasília, Brasil
  • "Esférica" | 2022 | Museu Nacional da República (MUN), Brasília, Brasil
  • Paróquia Nossa Senhora de Fatima, Brasília Paróquia Nossa Senhora de Fatima, Brasília
Paróquia Nossa Senhora de Fatima, Brasília

Janet Vollebregt

1 Iten(s)

   

  1. "Building Piercing 'Chakras'"

    Janet Vollebregt

    Desde a história antiga, a humanidade adorna o corpo com talismãs para proteção e joias para enfatizar a beleza e comunicar a identidade. Ao perfurar a arquitetura, Janet Vollebregt concebe talismãs aos edifícios. Assim, ela personifica o edifício em uma entidade viva, mas numa vibração diferente da humana, criando novos diálogos entre o corpo humano, as construções e a natureza. Segundo a artista, se tratarmos os edifícios como organismos vivos, faremos escolhas mais sustentáveis e criaremos ambientes que nutrem as pessoas e o planeta.O "piercing" que Vollebregt desenvolv...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2023
    • Técnica latão com cristais
    • Dimensões (A x L x P) ø 30 cm
    • Edição 20 + 3PA
    R$ 15.000,00

Janet Vollebregt

1 Iten(s)

   

Leiden (Holanda), 1969 | Vive e trabalha entre o Brasil e a Holanda.

Tendo iniciado sua trajetória profissional na arquitetura, a artista Janet Vollebregt atua nos limites entre o visível e o invisível, propondo formas e espaços voltados para o desenvolvimento de experiências sensíveis. Sua pesquisa de caráter transdisciplinar parte de uma perspectiva holística para estabelecer a harmonia entre energias individuais e coletivas a partir da percepção da energia sutil, uma espécie de força intermediária entre o mundo físico e o espiritual. Entre os fundamentos de sua prática encontram-se práticas e conhecimentos tradicionais do oriente, aprofundados pela artista em suas recorrentes viagens para a Ásia e pelo estudo contínuo da filosofia japonesa do Jin Shin Jyutsu, além de saberes expressos em outras doutrinas como o Xintoísmo e o Budismo.

As instalações, intervenções, esculturas e objetos interativos de Janet Vollebregt visam provocar a autoconsciência energética do corpo. O uso de cristais em suas composições visa investigar amplamente as possibilidades estéticas do material, para além da sua visualidade, investindo na ampliação do campo sensorial para estabelecer uma conexão com o todo. Sua prática visa a articulação entre conhecimentos técnicos e filosofias voltadas para uma ampla compreensão da natureza. Um dos marcos de sua pesquisa é o projeto Refazenda, em Alto Paraíso de Goiás, próximo ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Em 2006, Vollebregt mudou-se para a região, onde residiu por uma década. Ali a artista desenvolveu este que é um de seus mais ambiciosos projetos, conjugando natureza, arquitetura, arte e design com objetivo de restaurar a harmonia entre esses elementos.

Entre as exposições individuais recentes da artista, destacam-se: Esférica, no Museu Nacional da República (MUN), em Brasília, Brasil (2022); Nurturing Space, no Marktsteeg 10, em Leiden, Holanda (2019); e Art.Chi.Texturas, na Galeria Espaço Aberto, em Alto Paraíso de Goiás, Brasil (2016). Seus trabalhos integraram exposições coletivas como: A Celebration of the Golden Time, na Casa Fares, em São Paulo, Brasil (2023); Curva - Ponto, no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS), em São Paulo, Brasil (2022); Imagine Intuition, no Museum De Lakenhal, em Leiden, Holanda (2022); Circular, na Praça Adolpho Bloch, em São Paulo, Brasil (2022); Transformation, na Est Art Foundation, em Leiden, Holanda (2021).

TOPO