Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

paulo-bruscky
Paulo Bruscky
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Paulo Bruscky

Paulo Bruscky

Paulo Bruscky

  • Em Em "Palarva", obra de 1992, Paulo Bruscky brinca com a ideia da criação da linguagem. O trabalho é composto de uma caixa, tiras de revista e um ovo de pedra.
  • "O que é arte, para que serve?", foi uma performance que Paulo Bruscky fez na década de 70. O artista ficou na vitrine de uma livraria com um cartaz pendurado no pescoço, com os dizeres que intitulam o trabalho.
  • Neste trabalho, o artista investiga as possibilidades plásticas de seus exames médicos. Neste trabalho, o artista investiga as possibilidades plásticas de seus exames médicos. "O meu cérebro desenha assim", foi feito a partir de uma tomografia do cérebro de Paulo Bruscky.
  • Bruscky foi pioneiro da arte-postal no Brasil. Esta imagem é de uma de suas obras da época. No envelope, endereçado a Londres, pode-se ler o neologismo “envelopoema” e ver um auto-retrato de um raio-x do crânio do artista. Bruscky foi pioneiro da arte-postal no Brasil. Esta imagem é de uma de suas obras da época. No envelope, endereçado a Londres, pode-se ler o neologismo “envelopoema” e ver um auto-retrato de um raio-x do crânio do artista.
Bruscky foi pioneiro da arte-postal no Brasil. Esta imagem é de uma de suas obras da época. No envelope, endereçado a Londres, pode-se ler o neologismo “envelopoema” e ver um auto-retrato de um raio-x do crânio do artista.

Paulo Bruscky

19 Iten(s)

   

  1. "40 anos de artdoor"

    Paulo Bruscky

    "40 anos de artdoor" é uma edição composta por um mini-outdoor com 12 minilâminas intercambiáveis de trabalhos que Paulo Bruscky já realizou em outdoor, entre 1979 e 2019. A edição vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2019
    • Técnica madeira e papel
    • Dimensões (A x L x P) 16 x 26 x 11 cm
    • Edição 20 + 4PA
    R$ 7.000,00
  2. "ARTE ANTIDERRAPANTE"

    Paulo Bruscky

    O envelope pardo se transforma em um uma obra que transita, que se desloca, levando consigo as diversas intervenções do artista. O envelopoema traz em seu centro uma faixa negra e áspera, antiderrapante. A edição vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2015
    • Técnica carimbos e colagem antiderrapante sobre envelope
    • Dimensões (A x L) 23 x 36 cm
    • Edição 30
    R$ 4.000,00
  3. "Arte Higienizada II - Homenagem a Mar..."

    Paulo Bruscky

    Segundo Paulo Bruscky, a edição "Arte Higienizada II - Homenagem a Marcel Duchamp" foi concebida a partir de uma ida rotineira à farmácia. Ao ver o rótulo do produto, o artista prontamente propôs uma homenagem a Marcel Duchamp e comprou todo o estoque que havia na loja para realizar o trabalho. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2010
    • Técnica objeto sobre papel
    • Dimensões (A x L) 42 x 30 cm
    • Edição 5 + PA
    R$ 12.000,00
  4. "Cartaz"

    Paulo Bruscky

    A conhecida expressão “O que seria do azul se todos gostassem do amarelo”, que remete às diferenças de gosto e de escolhas, é trazida nessa nova obra do artista para a Carbono Galeria. O cartaz foi pensado na década de 1980, porém nunca antes executado. A obra é produzida em papel fotográfico de forma a tornar mais vivas todas as cores utilizadas. A edição acompanha certificado numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2014
    • Técnica cartaz digitalizado e impressão fotográfica
    • Dimensões (A x L x P) 60 x 42 cm
    • Edição 100 + 10PA
    R$ 1.800,00
  5. "Di Versos"

    Paulo Bruscky

    "Di Versos" é um trabalho que faz parte do projeto de poesia que o artista desenvolve desde os anos 1960. É um poema em que a palavra vai além, ela é "Palarva".  O artista carimba múltiplas vezes o signo versos, criando uma composição diferente a cada edição. A obra vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2015
    • Técnica carimbo sobre papel
    • Dimensões (A x L) 30 x 21 cm
    • Edição 30
    R$ 3.000,00
  6. "Este espaço foi dedetizado contra a arte"

    Paulo Bruscky

    A edição "Este espaço foi dedetizado contra a arte" é um desdobramento da série de dedetizações de Paulo Bruscky.  A "Bruscky dedetizações", segundo o artista, é uma firma aberta por ele que visa dedetizar o mundo contra a arte e se tornou uma série que vem sendo produzida há vários anos, se desdobrando em cartazes, fotografias, performances e objetos.  A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2018
    • Técnica impressão digital sobre papel Canson Infinity Rag Photographique 310g
    • Dimensões (A x L) 42 x 30 cm
    • Edição 30 + 5PA
    R$ 6.000,00
  7. "Cópia Conforma Original"

    Paulo Bruscky

    Um espelho emoldurado com um carimbo que diz: "Cópia Conforma Original". Paulo Bruscky cria aqui um jogo de palavras e formas. A imagem capturada pela superfície espelhada duplica o ambiente onde é instalada, cria uma cópia dele. Além disso, a impressão do carimbo foi realizada em preto, de forma a intervir na nova imagem, marcando sua reprodução.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2015
    • Técnica serigrafia sobre espelho
    • Dimensões (A x L ) 46 x 34 cm
    • Edição 30
    R$ 6.000,00
  8. "Helios - homenagem a Hélio Oiticica"

    Paulo Bruscky

    A edição "Helios - homenagem a Hélio Oiticica", foi feita exclusivamente para a Carbono Galeria, onde Paulo Bruscky conta que encontrou uma folha de papel carbono Helios Carbex em seu ateliê e prontamente concebeu a edição, homenageando tanto a galeria quanto seu amigo Hélio Oiticica.   A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2019
    • Técnica papel carbono
    • Dimensões ( A x L) 30 x 20 cm
    • Edição 20 + 5PA
    R$ 10.000,00
  9. "LUTO"

    Paulo Bruscky

    Nesta obra, o artista retoma a linguagem da arte postal e intervêm em um envelope comum com carimbos, escritos a próprio punho, selo, recorte e tinta vermelha. A última aliada à palavra “Luto” nos faz pensar em uma bala que fere e faz sangrar. A obra foi realizada no dia 31.03.2014, data que marca os 50 anos do golpe de 1964. A intervenção “Não”, no local onde seria colocado o selo, ressalta o caráter descomemorativo da data. No verso, Bruscky ainda afirma que “Hoje, a arte é este comunicado”.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2014
    • Técnica envelope, carimbos, selos, nanquim e pincel atômico
    • Dimensões ( A x L) 12 x 17 cm
    • Edição 30
    R$ 4.000,00
  10. "O Mundo foi Dedetizado contra Arte"

    Paulo Bruscky

    A edição "O Mundo foi Dedetizado contra Arte" é um desdobramento da série de dedetizações de Paulo Bruscky.  A "Bruscky Dedetizações", segundo o artista, é uma firma aberta por ele que visa dedetizar o mundo contra a arte e se tornou uma série que vem sendo produzida há vários anos, se desdobrando em cartazes, fotografias, performances e objetos. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2018
    • Técnica PVC e polipropileno
    • Dimensões (A x diâmetro) 32 x 18 cm
    • Edição 10 + 3PA
    R$ 13.000,00
  11. "Parlez-vous français?"

    Paulo Bruscky

    O trabalho "Parlez-vous français?" é um desdobramento de uma série de poesia sonora concebida para uma mostra em Paris em 1978. A poesia sonora foi dada a partir de uma brincadeira com o som dos sapos enquanto o artista navegada de barco no Parque Dois Irmãos (Recife, PE). Em 2018, o artista reeditou a série para poesia visual com objetos tridimensionais. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2018
    • Técnica objeto sobre papel
    • Dimensões (A x L ) 26 x 21 cm
    • Edição 6 + 3PA
    R$ 13.000,00
  12. "Quadro a óleo I"

    Paulo Bruscky

    Em "Quadro a óleo", Paulo Bruscky se apropria de objetos encontrados com um vendedor de rua em Salvador (BA) para compor uma brincadeira com o trocadilho do título do trabalho. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2006
    • Técnica objeto sobre papel
    • Dimensões ( A x L) 15 x 15 cm
    • Edição 2006
    R$ 12.000,00
  13. "Quadro a óleo II"

    Paulo Bruscky

    Em "Quadro a óleo", Paulo Bruscky se apropria de objetos encontrados com um vendedor de rua em Salvador (BA) para compor uma brincadeira com o trocadilho do título do trabalho. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2006
    • Técnica objeto sobre papel
    • Dimensões ( A x L) 15 x 15 cm
    • Edição 2006
    R$ 12.000,00
  14. "Remédio Brusckyano"

    Paulo Bruscky

    Remédio Brusckyano 2015 Fórmula: Genialidade; indicações no tratamento de infecções causadas por falta de imaginação, inteligência e criatividade; posologia: leitura deste anúncio 3 vezes ao dia (após as refeições) ou segundo critério médico; advertência: o Remédio Brusckyano pode causar um estado de depressão no início do tratamento. Paulo Bruscky CP 850 - Recife - PE. Classificado publicado no Jornal do Commercio de 24/07/1997. A edição é assinada e acompanha certificado de autenticidade numerado e assinado p...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2017
    • Técnica vidro, liquído colorido e rótulo
    • Dimensões (A x diâmetro) 16 x 5 cm
    • Edição 50 + 10 PA
    R$ 3.000,00
  15. "Poema para Navegar"

    Paulo Bruscky

    A edição "Poema para Navegar" foi concebida em homenagem aos 500 anos do descobrimento do Brasil. Foi realizada uma performance no Parque Treze de Maio em Recife (PE), cujo registro virou um postal e outra no centro escolar de Évora (Portugal), onde o artista acompanhou professores e alunos até um lago próximo e lançou centenas de barcos de papel na água. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2000
    • Técnica papel couché 65g e jornal
    • Dimensões ( A x L) 30 x 21 cm
    • Edição 20 + 4PA
    R$ 11.000,00
  16. "PrivatizAções"

    Paulo Bruscky

    Concebido durante uma visita à casa da filha em Paris, "PrivatizAções" é um trabalho onde artista se apodera do trocadilho para fazer uma crítica desenhando o mapa do Brasil dentro de um vaso sanitário. Bruscky brinca que o tamanho da edição foi dado de acordo com o tempo em que a visita durou. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2018
    • Técnica papel e plástico
    • Dimensões (A x L x P) 10 x 17 x 10 cm
    • Edição 4
    R$ 12.000,00
  17. "A arte ainda é a última esperança"

    Paulo Bruscky

    "A arte ainda é a última esperança" sugere um olhar libertário e otimista sobre a capacidade de arte de criar e modificar quem e o que ela toca. A frase faz referência a uma de suas obras e à retrospectiva realizada em 2013 no Bronx Museum denominadas “A Arte é a última esperança". Nessa nova obra, em que cada edição foi carimbada manualmente, Paulo Bruscky dá continuidade ao trabalho anterior e reafirma sua convicção da arte como sujeito ativo.

    Disponibilidade: Sem estoque

    • Gravura
    • Data 2014
    • Técnica carimbo de borracha sobre papel
    • Dimensões ( A x L) 30 x 42 cm
    • Edição 30
    EDIÇÃO ESGOTADA
  18. "Eu faço o que não existe"

    Paulo Bruscky

    Em uma peça de acrílico que recebe a frase gravada "Eu faço o que não existe", Paulo Bruscky resume toda sua carreira sobre arte conceitual. Bruscky constantemente questiona em seu trabalho o que é arte e para que ela serve, com esta afirmação pode-se concluir que tudo é arte, a partir do momento em que é pensado como tal. O processo criativo de um artista (artista aqui visto como qualquer um que transforma seus pensamentos e sentimentos em matéria) acontece de inúmeras formas com vários objetivos.A transparência do trabalho simboliza a abertura que um artista tem para p...

    Disponibilidade: Sem estoque

    • Gravura
    • Data 2016
    • Técnica laser em acrílico
    • Dimensões ( A x L) 30 x 42 cm
    • Edição 30 + 6PA
    EDIÇÃO ESGOTADA
  19. "Original conforme cópia / Cópia confo..."

    Paulo Bruscky

    "Original conforme cópia / Cópia conforme original" foram desenvolvidas exclusivamente para a Carbono Galeria. As duas obras formam o díptico denominado Multiduplo e se complementam na discussão que o artista propõe sobre o conceito de original e cópia na arte.

    Disponibilidade: Sem estoque

    • Gravura
    • Data 2013
    • Técnica colagem, carimbos, selo de cartório, carbono, fita-crepe, etiqueta, caneta esferográfica e xerox
    • Dimensões (A x L x P) 34 x 58 x 4 cm
    • Edição
    EDIÇÃO ESGOTADA

Paulo Bruscky

19 Iten(s)

   

Recife (PE), 1949 | Vive e trabalha em Recife (PE), Brasil.  

Pioneiro na utilização de mídias contemporâneas, como a arte postal, audioarte, videoarte e xerografia no Brasil, Paulo Bruscky é um dos maiores artistas conceituais na arte brasileira.

Iniciando sua trajetória na década de 1960, Bruscky vai manter contato próximo e corresponder-se com o grupo Fluxus e Gutai, dos quais possui o maior acervo da América Latina. Desde suas primeiras incursões artísticas, afirma-se como artista conceitual e, durante os anos 1970, carregará sua obra com intenso conteúdo político como forma de protesto ao sistema ditatorial brasileiro. Homenageia também, em seus trabalhos, artistas como John Cage e Duchamp, e, em performance de 1978, pergunta aos seus espectadores “O que é arte, para que serve?”, e reforça esse tipo de questionamento em outros trabalhos como "Confirmado: é arte" ou "É a arte reversível?".

Paulo Bruscky foi responsável por renovar a cena artística nacional dos anos 1970 e por inserir na arte brasileira outros tipos de mídias como xerox, fax, carimbo, "artdoor", entre outras. O artista desenvolve, através do uso de palavras e intertextualidade, um trabalho carregado de significado. Através da arte correio ele pôde burlar a censura durante os anos 1970 dentro do Movimento Internacional de Arte Correio. As questões de original e cópia, muito presentes na arte contemporânea, também se tornam visíveis em trabalhos como "Arte com firma reconhecida". Nos anos 1970, Bruscky também faz experimentações relacionadas ao corpo e novas tecnologias, inclusive da área médica, como o conjunto de obras "Meu cérebro desenha assim", "Sentimentos: Um poema feito com o coração", "Autum Radium Retratum", entre outros. Seu pioneirismo também está inserido na fotolinguagem dos anos 1970, através de séries como "Alto retrato", "Dados biográficos", "O eu comigo", "AlimentAção" e "MinoPaulo".

Participou das 16ª, 20ª, 26ª (sala especial) e 29ª edições da Bienal de São Paulo, 10ª Bienal de Havana (sala especial), 7ª Bienal do Mercosul (sala especial), entre outras bienais, e da Trienal Poli/Gráfica de San Juan em Porto Rico. Sua obra figura nas coleções do Centre Pompidou (França), Tate Modern (Inglaterra), Museum of Modern Art – MoMA (Estados Unidos), MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo e MAC USP – Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Museu d’Art Contemporani de Barcelona (Espanha), Museu de Arte Moderna de Amsterdã (Holanda), entre outros. Ao longo de sua carreira, foi contemplado com diversos prêmios. Em 2009, foi anistiado e recebeu o título de Cavaleiro da Ordem do Mérito Cultural, maior honraria do governo brasileiro, e, em 2011, foi homenageado com o prêmio "hors concours" de arte e tecnologia do Instituto Sergio Motta.


 

TOPO