Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

fernanda-naman
Fernanda Naman

Produto adicionado no carrinho x

Fernanda Naman

Fernanda Naman

Fernanda Naman

  • "Paisagens Silenciosas" | 2017 | Galeria Gabriel Wickbold, São Paulo
  • "Paisagens Silenciosas" | 2017 | Galeria Gabriel Wickbold, São Paulo
  • "Onze anos de desejo" | 2018 | Shopping JK Iguatemi, São Paulo
  • "Onze anos de desejo" | 2018 | Shopping JK Iguatemi, São Paulo

Fernanda Naman

1 Iten(s)

   

  1. "Sem título (díptico)"

    Fernanda Naman

    Diferentes texturas encontram-se em imagens que ressaltam a presença da matéria, o valor do ouro em contraste com o desgaste da madeira queimada gera uma tensão positiva entre opostos. Apesar de dividirem o mesmo espaço os materiais não se tocam, a imagem impressa diretamente no acrílico permite que a folha de ouro seja visualizada através dos vazios originados pelos recortes do tronco. O conjunto é finalizado com apenas esses dois elementos envoltos por uma caixa de acrílico preta que os isola em si mesmos, em um ambiente onde a relação entre diferentes partes da natureza é capaz de c...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Fotografia
    • Data 2020
    • Técnica impressão fotográfica em UV acrílico, montagem em caixa de acrílico preta com aplicação de folha de ouro
    • Dimensões (A x L) 40 x 30,5 cm (cada)
    • Edição 12 + 2PA
    R$ 9.000,00

Fernanda Naman

1 Iten(s)

   

São Paulo, 1973 | Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

 

Formada em arquitetura, Fernanda inicia sua carreira na arte de forma independente e intuitiva, buscando cursos e vivências relacionados à área. Inaugura sua prática artística na pintura, mas é na fotografia onde encontra sua principal via de expressão.

O olhar para paisagem expande-se para além do seu significado tradicional, a artista usa de elementos naturais e artificiais para criar novas acepções sobre o conhecido, seja por recortes de cenas amplas ou fotografias aproximadas de determinados objetos.

Seu trabalho não busca registros documentais, mas documentar angústias, desejos, dúvidas e emoções vividas pela artista, que explica: “a vida é mais do que a simples documentação dessas passagens, mas sim a lembrança dessa trajetória que pode levar cada um ao seu infinito particular.”

TOPO