Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

arnaldo-antunes
Arnaldo Antunes
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Arnaldo Antunes

Arnaldo Antunes

Arnaldo Antunes

  • "Palavra em Movimento" | 2015/16 | mostra que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza
  • "Palavra em Movimento" | 2015/16 | mostra que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza
  • "Palavra em Movimento" | 2015/16 | mostra que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza
  • "Palavra em Movimento" | 2015/16 | mostra que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza
  • "Palavra em Movimento" | 2015/16 | mostra que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza
  • "Palavra em Movimento" | 2015/16 | mostra que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza

Arnaldo Antunes

4 Iten(s)

   

  1. "Agarra Sossega"

    Arnaldo Antunes

    Poema inédito de Arnaldo Antunes, "Agarra Sossega" é a mais recente caligrafia produzida pelo artista, recurso técnico manual e formal que recorre com frequência para desenhar suas obras poéticas. A impressão em fineart sob papel de algodão fortalece a tensão entre as artes visuais e a literatura, e o diálogo entre o espaço expositivo e o livro. Na contramão das outras obras apresentadas pelo artista na mostra, "Agarra Sossega" está sendo introduzida ao público como obra de arte, sem nunca ter sido publicada anteriormente. A obra vem acompanhada de certificado...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2018
    • Técnica impressão digital sobre papel Hahnemüehle Ultra Smooth 305g
    • Dimensões (A x L) 50 x 50 cm
    • Edição 30 + 2PA
    R$ 3.500,00
  2. "CROMOSSOMOS"

    Arnaldo Antunes

    Poema visual no qual Arnaldo Antunes se utiliza de recursos de computação gráfica para compor uma espiral sequencial de letras que parece uma escrita aleatória, cujo o significado é revelado a partir de uma leitura circular. Publicado anteriormente em um de seus livros de poemas e distribuído como cartaz em uma de suas exposições, "Cromossomos" ganha aqui um novo formato quadrado, e é formalizado pelo artista como uma impressão fineart.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Gravura
    • Data 2018
    • Técnica impressão digital sobre papel Hahnemüehle Ultra Smooth 305g
    • Dimensões (A x L ) 50 x 50 xm
    • Edição 30
    R$ 3.500,00
  3. "Water Mater"

    Arnaldo Antunes

    O poema-objeto Water Mater de Arnaldo Antunes aproxima duas palavras que já possuem grafia e sonoridade semelhantes a partir de recursos visuais e mecânicos. O artistas se apropria do isomorfismo vertical e invertido das letras M e W para compor o poema que surge da ativação do objeto e do giro 180º desta primeira letra isomórfica inicial: Water Mater, ou mãe d’água, faz ainda referência ao fato da vida ter surgido na água. Clique aqui para ver o vídeo da obra.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2018
    • Técnica objeto de acrílico com motor
    • Dimensões (A x L x P) 10 x 15 x 45 cm
    • Edição 15 + 2PA
    R$ 8.500,00
  4. "Wind Mind"

    Arnaldo Antunes

    O poema-objeto "Wind Mind" de Arnaldo Antunes aproxima duas palavras que já possuem grafia e sonoridade semelhantes a partir de recursos visuais e mecânicos. O artistas se apropria do isomorfismo vertical e invertido das letras M e W para compor o poema que surge da ativação do objeto e do giro 180º desta primeira letra isomórfica inicial: "Wind Mind" – tradução literal para a expressão 'cabeça de vento'. Clique aqui para ver o vídeo da obra.

    Disponibilidade: Em estoque

    • Escultura
    • Data 2018
    • Técnica objeto de acrílico com motor
    • Dimensões (A x L x P) 10 x 15 x 45 cm
    • Edição 15 + 2PA
    R$ 8.500,00

Arnaldo Antunes

4 Iten(s)

   

São Paulo, 1960 | Vive e trabalha em São Paulo

Músico, poeta, compositor, DJ, ex-VJ e artista visual brasileiro. Integrou o grupo Titãs de 1982 a 1992. Em carreira solo desde 1992, lançou 14 discos.

Tem vários livros publicados no Brasil, entre eles "Psia" (Ed. Express.o, 1986; Ed. Iluminuras, 1991), "Tudos" (Ed. Iluminuras, 1990), "As Coisas" (Ed. Iluminuras, 1992, Prêmio Jabuti de Poesia), "2 Ou + Corpos no Mesmo Espaço" (Ed. Perspectiva, 1997), "ET Eu Tu" (com imagens de Marcia Xavier, Cosac Naify, 2003, Prêmio Jabuti de Projeto Gráfico), "Agora Aqui Ninguém Precisa de Si" (Ed. Cia das Letras, 2015, Prêmio Jabuti de Poesia), e antologias em Portugal, Espanha, Argentina e Uruguai. 

Participou de diversas mostras de arte e de poesia visual, entre elas "Transfutur, Visuelle Poesie" (Kassel, Alemanha, 1990); "p0es1e, Digitale Dichtkunst" (Munique, Alemanha, 1992); "Dentro Brasil" (Long Beach Museum of Art, California, Estados Unidos, 1995); "VI Bienal de Havana" (Cuba, 1997); "XXIV Bienal de São Paulo" (São Paulo, 1998); "II Bienal de Artes Visuais do Mercosul" (Porto Alegre, 1999).

Realizou, entre outras, as exposições individuais "Palavra Desordem" (instalação no Espaço Labirintho, Porto, Portugal, 2001); "Cérebro Sexo" (Galeria Portinari, Fundación Centro de Estudos Brasileiros, Buenos Aires, Argentina, 2002); "Escrita à Mão, caligrafias" (Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo, 2003); "Palavra Imagem" (Galeria Bolsa de Arte, Porto Alegre, 2005); "Arnaldo Antunes" (Galeria Laura Marsiaj, Rio de Janeiro, 2008); "Ler Vendo Movendo" (Paço da Liberdade, Sesc-pr, Curitiba, 2009); "O Interno Exterior" ( 2014) e "Palavra em Movimento" (2015/16), mostra que reúne 35 anos de sua produção visual, que itinerou por São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Florianópolis e Fortaleza e foi ganhadora do prêmio APCA de Melhor exposição de artes gráficas de 2015.

TOPO