Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

lotty-rosenfeld
Lotty Rosenfeld
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Lotty Rosenfeld

Lotty Rosenfeld

Lotty Rosenfeld

  • “Mocion de Orden” | 2002 | Galeria Gabriela Mistral, Santiago, Chile “Mocion de Orden” | 2002 | Galeria Gabriela Mistral, Santiago, Chile
  • Obra “Una milla de cruces sobre el pavimento”, 1979 Obra “Una milla de cruces sobre el pavimento”, 1979
  • Pavilhão do Chile, Bienal de Veneza, 2015 Pavilhão do Chile, Bienal de Veneza, 2015
Pavilhão do Chile, Bienal de Veneza, 2015

Lotty Rosenfeld

1 Iten(s)

   

  1. "Acción de Arte: La Habana, Cuba"

    Lotty Rosenfeld

    O trabalho, feito com exclusividade para a Carbono Galeria, consiste em uma foto de uma intervenção realizada nos anos 80, na Plaza de la Revolución, em Havana, Cuba.Lotty muda o sentido da guia no asfalto e sobrepõe duas linhas brancas, formando um “+” no piso. Este ato, desconstrói a natureza do poder hegemônico – Estados Unidos sobre Cuba. Além disso, a intenção é fazer com que o transeunte remodele criticamente o formato que lhe é imposto todos os dias por um poder acima dele. O símbolo se transforma em uma “arma-crítica”.A obra é assi...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Fotografia
    • Data 1985/2016
    • Técnica impressão em papel Canson
    • Dimensões (A x L) 51 x 65 cm
    • Edição 15 + 4PA
    CONSULTE DISPONIBILIDADE

Lotty Rosenfeld

1 Iten(s)

   

Santiago, Chile, 1943 | Vive e trabalha em Santiago

Lotty Rosenfeld pertenceu ao movimento neovanguardista de artistas e escritores "Escena de Avanzada", que surgiu em decorrência ao golpe de estado de 11 de setembro de 1973. Além disto, participou do grupo artístico C.A.D.A ("Colectivo de acciones de arte"), relacionado a artes visuais e literatura.

Desde seu ingresso ao movimento, a artista tem feito intervenções em espaços urbanos, no começo só no Chile e depois ao redor do mundo. Usa do vídeo, fotografia e performances como seu principal meio de expressão.

Em seus vídeos e instalações, a artista mostra cenários e incorpora o som do ambiente à sua obra. O caos e desconforto dos sons, não planejados, passam por cima de discursos feitos, com a intenção de simbolizar outras versões do discurso dominante.

Participou de inúmeras exposições individuais e coletivas durante a sua carreira, entre elas: a XII Documenta em Kassel, III Bienal de Cali, III Bienal de San Juan, IV Bienal de Istambul, V Bienal de Shanghai, fez as mostras "Frammenti d’Arte Contemporanea", no Palazzo Valentini de Roma; "Cartografías del Deseo", no Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía na España, entre outras.

 
TOPO