Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

ana-holck
Ana Holck
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Ana Holck

Ana Holck

Ana Holck

  • Instalação Instalação "Bastidor" | 2011 | SP-Arte
  • "Ensaios não destrutivos" | 2012 | Anita Schwartz Galeria, Rio de Janeiro, RJ | Foto: Pat Kilgore.
  • "Passarela-Pêndulo I" na exposição "Ensaios não destrutivos" | 2012 | Anita Schwartz Galeria, Rio de Janeiro, RJ | Foto: Pat Kilgore.
  • "Perimetrais" | 2012 | Zipper Galeria, São Paulo, SP

Ana Holck

2 Iten(s)

   

  1. "Série Canteiro de obras, n. 16"

    Ana Holck

    A fotografia sobre uma caixa de luz retrata um canteiro de obras, que visto a partir de uma grade reforça as questões arquitetônicas que permeiam o trabalho da artista, criando uma metalinguagem construtiva. Esta edição foi feita com exclusividade para a Carbono Galeria e acompanha certificado de autenticidade numerado e assinado pela artista.  

    Disponibilidade: Em estoque

    • Fotografia
    • Data 2006/2013
    • Técnica fotografia em duratrans s/ backlight
    • Dimensões (A x L x P) 75 x 50 x 9 cm
    • Edição 25
    R$ 6.400,00
  2. "Sem título"

    Ana Holck

    O múltiplo criado com exclusividade para a Carbono Galeria é feito de concreto pré-moldado e latão. A base de concreto é composta de cinco quadrados que se interseccionam. As três fitas largas de latão são suportadas pelas extremidades dos quadrados e formam arcos que se sobrepõem, criando uma tensão entre as formas e os materiais dos respectivos elementos. A edição vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado.

    Disponibilidade: Resta apenas 1

    • Escultura
    • Data 2013
    • Técnica concreto pré-moldado e latão
    • Dimensões (A x L x P) 45 x 45 x 45 cm
    • Edição 25
    R$ 6.400,00

Ana Holck

2 Iten(s)

   

Rio de Janeiro (RJ), 1977 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro (RJ), Brasil.    

Ana Holck investiga através de esculturas, instalações e fotografias, o espaço e as questões que o permeiam. Concreto, metal e vinil são alguns dos materiais frequentes no trabalho de Holck, que a partir de um pensamento arquitetônico desenvolve trabalhos que refletem sobre a forma e a experiência visual ao mesmo tempo. Com operações que retiram pré-moldados e peças industriais do seu contexto utilitário, a artista também propõe uma reflexão sobre a funcionalidade, abrindo novas possibilidades escultóricas a estes elementos.

Entre suas principais exposições estão “Bastidor”, Centro Cultural Banco do Brasil, “Lugar Algum”, SESC Pinheiros (2010), “Os Amigos da Gravura”, Museu da Chácara do Céu, Rio de Janeiro, “Notas sobre Obras”, Mercedes Viegas Arte Contemporânea e Galeria Virgilio (2006); “Canteiro de Obras”, Paço das Artes (2006); “Elevados”, Paço Imperial (2005); e “Quarteirão”, Centro Universitário Mariantonia (2004).

Participou das coletivas “AGORA” simultâneo instantâneo, no Santander Cultural Porto Alegre (2011), "Lost in lace", no Birmingham Museum of Art (2011); "Nova Escultura Brasileira" na Caixa Cultural do Rio de Janeiro (2011); “Trilhas do Desejo”, Rumos Itaú Cultural (2009); “Borderless Generation”, Korea Foundation, Seul (2009); e “Nova Arte Nova”, CCBB (2008).

Recebeu o Prêmio Itamaraty de Arte Contemporânea (2011) e o Prêmio Funarte de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça (2009), entre outros. Possui trabalhos nas coleções Itaú Cultural; MAM São Paulo, MAM Rio de Janeiro (col. Gilberto Chateaubriand); MAC-Niterói e Pinacoteca de São Paulo.

TOPO