Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

gisele-camargo
Gisele Camargo
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Gisele Camargo

Gisele Camargo

Gisele Camargo

  • Coletiva “Nova Arte Nova” | 2008 | Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, RJ Coletiva “Nova Arte Nova” | 2008 | Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, RJ
  • “Cruzamentos arte contemporânea brasileira” | 2014 | Wexner Center for the Arts, Columbus, EUA “Cruzamentos arte contemporânea brasileira” | 2014 | Wexner Center for the Arts, Columbus, EUA
“Cruzamentos arte contemporânea brasileira” | 2014 | Wexner Center for the Arts, Columbus, EUA

Gisele Camargo

2 Iten(s)

   

  1. "série "Construção""

    Gisele Camargo

    Inspirada no conto homônimo de Franz Kafka, a "série Construção" acontece paralelamente à produção pictórica de Gisele Camargo. Produzidos durante o ano de 2018 e totalizando 170 pinturas, os trabalhos constituem um grupo onde as formas mudam de acordo com as cores e vice-versa. A série foi concebida com o objetivo de arrecadar fundos para a construção da residência artística Serra Morena, localizada na Serra do Cipó em Minas Gerais. Confira aqui o vídeo da obra.

    Disponibilidade: Sem estoque

    • Gravura
    • Data 2018
    • Técnica acrílica sobre madeira
    • Dimensões (A x L x P) 23 x 23 x 3 cm
    • Edição
    EDIÇÃO ESGOTADA
  2. "Sem título"

    Gisele Camargo

    A série de dez pinturas feitas por Gisele Camargo para a Carbono Galeria é composta de madeira, esmalte sintético e óleo. São duas peças que se encaixam contrapondo uma paisagem arquitetônica de profundidades recortadas a uma pequena vista que remete à paisagem natural.

    Disponibilidade: Sem estoque

    • Gravura
    • Data 2013
    • Técnica esmalte sintético e óleo s/ madeira
    • Dimensões (A x L x P) 75 x 70 x 7 cm
    • Edição 10
    EDIÇÃO ESGOTADA

Gisele Camargo

2 Iten(s)

   

Rio de Janeiro (RJ),1970 | Vive e trabalha na Serra do Cipó (MG), Brasil.

A artista Gisele Camargo é formada em pintura pela EBA – UFRJ. O grande corpo do seu trabalho é a pintura, em todo o seu processo é possível notar uma racionalidade arquitetônica que organiza os elementos compositivos. Permeando questões como a da paisagem, do lugar e da própria arquitetura, mesmo quando o trabalho engloba outras téncicas como a fotografia, realizando colagens que podem ser confundidas com paisagens arquitetônicas inventadas, suas composições remetem à pinturas abstratas. 

Em 2013, recebeu o prêmio Arte Patrimônio / Honra ao Mérito do IPHAN, em 2012, recebeu a Bolsa de Apoio a Pesquisa e Criação Artística, Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e, em 2011, o Prêmio Ibram de Arte Contemporânea. Em 2006 e 2003, recebeu o Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea – Fundação Nacional de Artes - Rio de Janeiro. 

Entre as principais exposições individuais destacam-se: "Erosões", Central Galeria, São Paulo, 2019; "Luas, brutos e sóis" Galeria Periscópio e Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, 2018; "Cápsulas e Luas", Paço Imperial, Rio de Janeiro, 2015; "Noite americana ou Luas Invisíveis" , Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, 2014; "A Capital", Galeria IBEU, Rio de Janeiro, 2011; Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea (2006), FUNARTE, Palácio Gustavo Capanema, Rio de Janeiro. 

Entre as principais exposições coletivas estão: "A Luz que vela o corpo é a mesma que revela a tela" , Caixa Cultural, Rio de Janeiro, 2017; "Gray Matters", Wexner Center for the Arts, Ohio State University, EUA, 2017; TRIO Bienal 2015, Rio de Janeiro; "Vértice – Coleção Sergio Carvalho", Museu Nacional dos Correios, Brasília, DF, 2015; "Cruzamentos – Arte Contemporânea Brasileira", Wexner Center for the Arts, Columbus, EUA, 2014; "Duplo Olhar – Coleção Sergio Carvalho" , Paço das Artes, São Paulo, 2014; "Dez anos do Instituto Tomie Ohtake", São Paulo, 2011; "O Lugar da Linha", Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC-Niterói), Rio de Janeiro, e no Paço das Artes, São Paulo, 2010; "Nova Arte Nova" , Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, 2008/2009; entre outras.

TOPO