Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x

#CarbonoAPOIA

Colaborar faz parte do DNA da Carbono.
Conheça os projetos especiais desenvolvidos em parceria e em prol de importantes
e sérias instituições nas quais acreditamos e apoiamos.
Contribua também adquirindo uma obra de arte especial e carregada da melhor energia possível.

MÚLTIPLOS INHOTIM

O Instituto Inhotim começou a ser idealizado em meados da década de 1980. Com um dos mais relevantes acervos de arte contemporânea do mundo e uma coleção botânica que reúne espécies raras e de todos os continentes, os acervos são mobilizados para o desenvolvimento de atividades educativas e sociais para públicos de faixas etárias distintas. Com atuação multidisciplinar, o Inhotim se consolida, a cada dia, como um agente propulsor do desenvolvimento humano sustentável.

O projeto Múltiplos Inhotim foi criado para fomentar o colecionismo e incentivar a produção artística. Além de estarem a venda na loja de Inhotim o projeto é apoiado pela Carbono Galeria em São Paulo, que reverte 100% do valor de venda das obras para o Instituto.

LAURA VINCI

“A primeira vez que o X vermelho surgiu em meus trabalhos foi como uma projeção luminosa para a peça Na Selva das Cidades, desenvolvida com Alessandra Domingues, a designer de luz daquela montagem. Depois disso, o X vermelho tem feito parte de vários trabalhos meus. Para o Inhotim, produzi especialmente uma versão em litogravura no tamanho A3 com o X impregnado de um vermelho sanguíneo no papel 100% algodão. Quando me perguntam o que significa esse X, respondo me devolvendo a pergunta: um aviso? Um risco? Uma mira? Um sinal preciso? Uma marca de urgência?...”

  • LAURA VINCI, "X vermelho", 2019
  • Laura Vinci
    LAURA VINCI, "X vermelho", 2020

MARCIUS GALAN

"Eu sugeri aos funcionários do Jardim Botânico Inhotim que encontrassem boas forquilhas, de galhos caídos ou de podas que estavam previstas nas árvores. A ação resgata, de alguma maneira, uma lembrança muito comum nas crianças das cidades do interior, que iam para o mato encontrar material para fazer estilingue. Um objeto ambíguo entre a arma e o brinquedo. As peças recebem uma fita metálica rígida que adquire uma visualidade elástica pela relação que estabelece com o objeto de madeira."

  • MARCIUS GALAN, "Forquilha", 2019
  • Marcius Galan
    MARCIUS GALAN, "Belo Horizonte", 2020

IAC - instituto de arte contemporânea

Fundado em 1997, o IAC (Instituto de Arte Contemporânea) é uma organização privada sem fins lucrativos com sede em São Paulo, focada na preservação, conservação, proteção e disseminação de documentos históricos relacionado às carreiras e obras dos artistas Amilcar de Castro, Hermelindo Fiaminghi, Iole de Freitas, Lothar Charoux, Luiz Sacilotto, Sergio Camargo, Sérvulo Esmeraldo e Willys de Castro.

Em mais de duas décadas de atividade, o IAC tem sido uma fonte valiosa de informação sobre arte brasileira para curadores estrangeiros e locais, historiadores de arte, críticos, artistas, acadêmicos, estudantes universitários e doutores.

A Carbono apoia o IAC revertendo 100% do valor de venda das edições para o Instituto.

  • WILLYS DE CASTRO
  • FIAMINGHI + CHAROUX + SACILOTTO

O IAC desenvolve, desde 2004, inventários sumários de documentos textuais, correspondências, notas, projetos, fotografias, bibliografia e outros itens de importantes artistas brasileiros.

MÚLTIPLOS PIVÔ

O Pivô é uma associação cultural sem fins lucrativos, fundada em 2012, e que atua como plataforma de intercâmbio e experimentação artística a partir do seu espaço no Edifício Copan, no centro de São Paulo. O programa se articula entre projetos comissionados, exposições, programas públicos, publicações e residências artísticas.

Em 2017, a Carbono inaugurou em parceria com o Pivô um programa de edições limitadas de artistas que participaram da programação do espaço, cuja venda é revertida para a continuidade e o desenvolvimento do programa da instituição. Adquirir esses trabalhos exclusivos é uma maneira única de apoiar o Pivô e contribuir para que a rede de artistas envolvidos na programação se amplie cada vez mais.

  • ALEXANDRE DA CUNHA
  • PAULO NIMER PJOTA

Desde 2012, o Pivô realizou mais de 40 projetos, viabilizando propostas de mais de 200 artistas de 20 países e recebeu mais de  45 mil visitantes.

projeto ali:

O projeto ali (arte livre itinerante) propõe a criação de uma escola de arte livre itinerante, compreendendo escola como lugar de trocas e construção coletiva de conhecimento. Acontecerá em diferentes bairros sede por no mínimo dois anos em cada, com ações continuadas de mapeamento e mobilização de movimentos e equipamentos culturais, articulação com coletivos e artistas locais, encontros, exposições e obras realizadas nas ruas do bairro. Ali:leste já está em atividade na Cidade Tiradentes desde maio de 2019.

ali: edições é uma das frentes de ação do projeto ali dedicado à edição de obras de arte em diversos formatos e objetos como bolsas, camisetas, acessórios, entre outros. Os múltiplos serão criados tanto pelos fundadores do projeto, quanto por artistas colaboradores e participantes dos cursos oferecidos pela escola. Toda renda obtida com as vendas será revertida para o projeto ali e para novas produções do ali: edições.

Um projeto de educação idealizado por artistas. Uma escola de arte livre nômade.

Conheça o primeiro ali:edições,
uma caixa com 9 trabalhos de artistas
idealizadores da ação.

AMÉRICAS AMIGAS

Américas Amigas é uma Organização Não Governamental e Entidade Promotora dos Direitos Humanos que luta pela queda de mortalidade por câncer de mama no Brasil, beneficiando principalmente a população de baixa renda. As ações da associação englobam: doação de mamógrafos, doação de exames de mamografia, treinamento e capacitação de profissionais da área de câncer de mama e campanhas de conscientização e informação sobre a doença.

De 2009 até o presente, a ONG Américas Amigas já doou 23 mamógrafos, beneficiando 13 estados brasileiros.

Temos uma enorme satisfação em contribuir com essa importante iniciativa. Adquira uma edição e contribua também. As artistas convidadas doaram suas obras e toda renda é destinada ao projeto Américas Amigas.

  • SANDRA CINTO
  • SANDRA CINTO
  • CARLA CHAIM
  • IOLE DE FREITAS
  • LAURA VINCI
  • MARINA SALEME
TOPO