Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

maria-montero
Maria Montero
Comprando Por

Produto adicionado no carrinho x

Maria Montero

Maria Montero

Maria Montero

1 Iten(s)

   

  1. "Pé de Meia 2018"

    Maria Montero

    "Pé de Meia 2018" é uma série composta por doze imagens. Cada uma delas funciona de modo autônomo e apresenta uma fotografia de um pé de meia com o respectivo texto inscrito com tinta preta. No dicionário popular a expressão é utilizada para definir uma reserva financeira que um indivíduo acumulou num determinado período. Cada uma das imagens representa um mês do ano, por isso a série de doze. No conjunto trata-se, portanto, de um ano de “Pé de meia”, por isso o lançamento em dezembro. As meias pertencem a coleção de objetos guardados pela artista que os transforma e subverte seu significado através do uso da linguagem. A edição é o desdobramento de outra trabalh...

    Disponibilidade: Em estoque

    • Fotografia
    • Data 2017
    • Técnica fotografia impressa em papel Hahnemühle
    • Dimensões (A x L x P) 44 x 32 x 4 cm
    • Edição 3 (cada). Série de 12
    R$ 2.090,00

Maria Montero

1 Iten(s)

   

São Paulo (SP), 1974. Vive e trabalha em São Paulo (SP), Brasil.

Maria Montero é artista, curadora independente, produtora executiva especializada em exposições e galerista. Cursou Art Psychotherapy na Goldsmith College em Londres (1998) e atualmente estuda Arte: História, Crítica e Curadoria na PUC-SP. 

Trabalhou com Relações Institucionais na Galeria Luciana Brito (2009-2010), foi curadora da primeira versão do "Red Bull House of Art" (2009) e coordenou o projeto Abotoados Pela Manga, ao lado de Franz Manata (2010). Foi curadora de “Viva Maria” na Luciana Brito Galeria, “Se disser que sou pássaro”, de Ana Mazzei na Galeria Jaqueline Martins e da exposição coletiva “O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro” na Carbono Galeria. E em janeiro de 2017 realizou sua primeira individual na Sé denominada "Sobrevivência dos Vagalumes". 

Foi fundadora e gestora do Phosphorus, espaço independente voltado para práticas experimentais, com foco em residências artísticas e na crítica dos processos. Entre 2011 e 2014 o Phosphorus realizou exposições, residências, workshops e projetos especiais em parceria com galerias, colecionadores e artistas. O espaço foi contemplado nos anos de 2012 e 2013 pelo ProAC (edital de Apoio a Espaços Independentes do Estado de São Paulo). Fundou em 2014 a Sé, galeria focada em artistas com sólida trajetória, mas que inauguram sua relação com o mercado através da mesma. A galeria busca realizar o acompanhamento crítico dos artistas que representa propondo projetos de exposições que deem visibilidade a um pensamento mais crítico, conceitual e experimental.

 
TOPO