Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x
  • Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha
  • Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha
  • Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha
  • Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha Bettina Vaz Guimarães, O lugar onde a gente morava era uma ilha

Bettina Vaz Guimarães +

"O lugar onde a gente morava era uma ilha" (cód. 8728)

Seja o primeiro a avaliar este produto

  • Escultura
  • Data 2020
  • Técnica tinta acrílica sobre MDF
  • Dimensões (A x L x P) 2 cubos de 15,5 x 15,5 x 15,5 cm cada
  • Edição 10 + 2PA

DISPONIBILIDADE IMEDIATA

R$ 5.500,00
em até 10x de R$ 607,75*
ver parcelas
  • 1x de R$ 5.500,00
  • em até 2x de R$ 2.750,00
    sem juros no cartão de crédito
  • em até 3x de R$ 1.833,33
    sem juros no cartão de crédito
  • em até 4x de R$ 1.395,63*
  • em até 5x de R$ 1.133,00*
  • em até 6x de R$ 957,92*
  • em até 7x de R$ 832,86*
  • em até 8x de R$ 739,06*
  • em até 9x de R$ 666,11*
  • em até 10x de R$ 607,75*

"Este projeto foi iniciado em meados de 2019 enquanto estava em Lisboa. Pensei em um díptico porque queria passar a idéia de um casal. Um casal que vivia junto mas que eram diferentes entre si e com suas particularidades. No início, esta edição seria produzida em silk screen, onde existia uma limitação de quantidade de cores para aplicação em cada lado dos cubos.

No meu trabalho pesquiso as cores, as interações entre elas com suas diversas tonalidades e combinações. Com o período de isolamento social gerado pelo Covid-19, tive vontade de cuidar da produção e pintura da obra e, então, toda a edição foi pintada a mão, um por um, por mim. Embora partam de uma mesma imagem, existem sutis diferenças entre cada um dos cubos. Pintando, pude aumentar a quantidade de tonalidades de cores e isto me deixou muito mais livre. 

Foi muito interessante produzir esta edição, teve algo de lúdico e, principalmente, de lembranças de brincadeiras de quando eu era criança. Me senti numa fábrica/ilha produzindo um conjunto de casal de cubos. Eu trabalhava como em uma linha de montagem, isto facilitou a produção e me emocionei ao ver todos aqueles objetos em construção na minha bancada sendo criados, nascendo. Como gêmeos, não ficaram idênticos, possuem uma pequena diferença que os tornam parecidos mas únicos."

Bettina Vaz Guimarães

 

A obra é numerada, assinada e vem acompanhada de um certificado de autenticidade numerado e assinado pela artista.

Bettina Vaz Guimarães

Vive e trabalha entre São Paulo e Lisboa

Formada em 1982 pela Faculdade de Artes Plásticas da FAAP em Comunicação Visual. Teve orientação com os artistas Paulo Whitaker e desde 2005 participa do Grupo Ateliê Fidalga com participação de Sandra Cinto e Albano Afonso. Ministrou workshops em 2012 e 2015, "Intercambio de Poéticas Contemporâneas”  - projeto Oficinas de Arte Visuais da Funarte em Capivari  e  “Afinal, o que é contemporâneo na Arte? - Uma introdução às artes visuais do nosso tempo” em  Florianópolis. Foi professora voluntária de artes no Centro de Apoio à criança e ao adolescente “O VISCONDE” onde desenvolveu um trabalho com várias idades de criancas de 5 a 17 anos durante o ano 2000 e 2001. De  2014 a 2017 morou em Nova York e desenvolveu seu trabalho de pintura sobre tela e papel num atelier coletivo no Lower East side. Fez residência em 2016 e 2017 no Hangar Centro de Investigação Artística em Lisboa.

A produção está focada em pintura, desenho, instalações e site specific. A pesquisa que vem desenvolvendo é sobre cor, tonalidades e colagem.

Algumas principais exposiçoes são: "Laboratorio de Cores", Museu Nacional de Ciência e História Natural de Lisboa; "Cartografias heterotópicas ou processos para a construção de novos diagramas", Curadoria Andrés Hernández - Galeria Sancovsky - São Paulo; "About Change ", curadoria Marina Galvani - Washington, DC. USA; "Realidade Virtual e realidade abstrata (after Mondrian)", curadoria Maria Fatima Lambert - Porto Portugal; "Abstracion", Galeria Fernando Pradilla – Madrid; Programa de Exposições Espaços FUNARTE de Artes Visuais São Paulo; Bienal Internacional de La Paz Programa Anual de exposições do Centro Cultural São Paulo; "Atelie Fidalga", Paço das Artes; Bienal de Cerveira – Vila Nova de Cerveira – Portugal; 12º Salão da Bahia – Museu de Arte Moderna da Bahia.

Galerias representantes

Cisterna Galeria, Lisboa

Myrine Vlavianos Arte Contemporânea, Florianópolis

Roberto Alban Galeria, Salvador

Destaques da carreira

Bettina Vaz Guimarães

  •  2009 | Funarte, São Paulo, SP 2009 | Funarte, São Paulo, SP
  • 2011| Galeria Zipper, São Paulo, SP 2011| Galeria Zipper, São Paulo, SP
  • "Compartimentos" | 2012 | Galeria Progetti, Rio de Janeiro, RJ
  • "Casúlo" | 2013 | Sala de Projetos Fidalga, São Paulo, SP
  • "Realidade virtual e realidade abstrata (after Mondrian)" | 2014 | Quase Galeria, Porto, Portugal
  • "Cartografias heterotópicas ou processos para a construção de novos diagramas" | 2016 | Galeria Sancovsky, São Paulo, SP
TOPO