Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x

"O que emana da água"

19.10~20.12.2019

Quinze artistas apresentam edições especialmente produzidas para a curadoria de Vanda Klabin.

Vista da exposição "O que emana da água"

"O QUE EMANA DA ÁGUA”

Curadoria Vanda Klabin

São Paulo, 19.10~20.12.2019

A exposição trata da produção da imagem do elemento aquático e sua qualidade problemática de ancoragem em diversas estratégias de representação, em conformação com uma poética e em diferentes suportes.  A água e sua aparência ambígua e transitória, articula uma ampla gama de conteúdos.

O poeta e filósofo francês Gaston Bachelard mergulhou no estudo sobre os quatro elementos que configuram dinamicamente o universo: a água, o ar, o fogo, a terra. Seu livro A Água e os Sonhos, um ensaio sobre a imaginação da matéria, a pintura e todas as formas de arte, tem como ponto de partida os devaneios cósmicos e a substância da água, que simboliza o mais misterioso de todos os elementos e está relacionada ao princípio criador. Segundo Bachelard, “nossos olhos é a água que sonha... A água é também um tipo de destino, o destino de um sonho que não se acaba, um destino essencial que metamorfoseia incessantemente a substância do ser.”

A superfície aquática e sua natureza processual como o fio narrativo se manifesta sob diversas formas. Um protagonismo pontuado pela situação transitória, seja pelos seus reflexos, partículas, suas gradações em sua forma líquida, nas superfícies sólidas ou na sua dissolução em estados gasosos, gotas ou vírgulas etéreas, difusas ou mais atmosféricas como as nuvens.

Essa mistura de estatutos e a imersão em diferentes fluxos, nos impele a buscar um olhar bastante plural e outras camadas de significação, sinalizar uma expansão de seus fluxos. As traduções visuais solidificam o que a água evoca como matéria poética, seja através de jogos mentais, suportes fotográficos, objetos ou esculturas, ambientes hídricos, vídeos ou outros procedimentos. Um diálogo de várias vozes e de múltiplas significações que fundam formas artísticas na sua imersão para simular a sua inquieta presença no mundo. Ali cintila uma linguagem fluida.”

Vanda Klabin

 

Artistas participantes:

Alan Fontes
Berndnaut Smilde
Clara Veiga
Claudia Melli
Daniel Senise
Deborah Engel
Gustavo Prado
Julio Le Parc
Lais Myrrha
Iran do Espírito Santo
Laura Vinci
Maritza Caneca
Nuno Ramos
Vanderlei Lopes
Waltercio Caldas

Clique aqui e conheça as obras da exposição.

Waltercio CaldasWaltercio Caldas
Iran do Espirito SantoIran do Espírito Santo
Berndnaut SmildeBerndnaut Smilde

 

Vista exposição "O que emana da água"
TOPO