Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x
  • Abraham Palatnik, Sem título Abraham Palatnik, Sem título
  • Abraham Palatnik, Sem título Abraham Palatnik, Sem título
  • Abraham Palatnik, Sem título Abraham Palatnik, Sem título
  • Abraham Palatnik, Sem título Abraham Palatnik, Sem título

Abraham Palatnik +

"Sem título" (cód. 8808)

Seja o primeiro a avaliar este produto

  • Gravura
  • Data 2019
  • Técnica relevo em PVC moldado em vacuum forming e tinta automotiva
  • Dimensões (A x L x P) 57,8 x 57,3 cm (sem moldura)
  • Edição 25 + 5PA

DISPONIBILIDADE IMEDIATA

R$ 40.000,00
em até 10x de R$ 4.420,00*
ver parcelas
  • 1x de R$ 40.000,00
  • em até 2x de R$ 20.000,00
    sem juros no cartão de crédito
  • em até 3x de R$ 13.333,33
    sem juros no cartão de crédito
  • em até 4x de R$ 10.150,00*
  • em até 5x de R$ 8.240,00*
  • em até 6x de R$ 6.966,67*
  • em até 7x de R$ 6.057,14*
  • em até 8x de R$ 5.375,00*
  • em até 9x de R$ 4.844,44*
  • em até 10x de R$ 4.420,00*
A gravura em PVC, moldado a vácuo (técnica denominada vacuum forming), cria relevos cinéticos que se revelam com a interação entre as luzes e sombras do ambiente e a obra. A edição é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

Mais obras deste artista

Abraham Palatnik

Natal, 1928 | Rio de Janeiro, 2020
   
Reconhecido internacionalmente como precursor do movimento que ficou conhecido como Arte Cinética, Palatnik figura nas coleções mais importantes do Brasil. Dono de um extenso currículo de exposições e prêmios, o artista ainda é inventor. Estudou em Tel Aviv, mas é no Brasil, na década de cinquenta, que começa a desenvolver seu trabalho como artista. Participa da 1ª Bienal de São Paulo com seu primeiro aparelho cinecromático e ganha menção especial do júri internacional. A partir disso vai desenvolver sua pesquisa sobre a luz, a cor e o movimento, criando objetos com partes móveis que funcionam através de energia elétrica ou “movimentam-se” pela ilusão ótica.

Desde o início Palatnik faz, ele mesmo, cada parte de suas obras: desde cortar a madeira, material constante em seus trabalhos, até desenhar os pequenos e complexos motores que possibilitam que algumas de suas obras se movimentem. Fez parte do Grupo Frente, contribuindo para o debate no Brasil sobre a arte abstrata e é considerado por Mário Pedrosa como responsável por desenvolver uma linguagem de ruptura. Participou também da Bienal de Veneza, Bienal do Mercosul e da importante exposição Art et Mouvement, na década de sessenta. Está nas coleções do MAM do Rio de Janeiro e São Paulo, MAC - Niterói, MAB – Brasília, entre outras.

Galerias representantes

Galeria Nara Roesler, São Paulo

Destaques da carreira

Abraham Palatnik

  • "Ordenando as nuvens" | 2008 | Galeria Nara Roesler | foto: Ding Musa
  • "Obras Recentes e Pontuações Históricas" | 2020 | Galeria Nara Roesler | foto: Erika Mayumi
  • "Abraham Palatnik – A Reinvenção da Pintura" | 2014 | MAM-SP | foto: Everton Ballardin
  • "Abraham Palatnik – A Reinvenção da Pintura" | 2014 | MAM-SP | foto: Everton Ballardin
TOPO