Wishlist
R$ 0,00
0 item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x
  • Elizabeth Jobim, Aresta Elizabeth Jobim, Aresta
  • Elizabeth Jobim, Aresta Elizabeth Jobim, Aresta
  • Elizabeth Jobim, Aresta Elizabeth Jobim, Aresta
  • Elizabeth Jobim, Aresta Elizabeth Jobim, Aresta

Elizabeth Jobim +

"Aresta" (cód. 797)

Seja o primeiro a avaliar este produto

  • Escultura
  • Data 2013
  • Técnica tinta automotiva s/ madeira
  • Dimensões (A x L x P) 50 x 13 x 7 cm
  • Edição 20

Em obra que dialoga com o neoconcretismo de Willys de Castro e Hélio Oiticica, a artista carioca Elizabeth Jobim cria, com exclusividade para a Carbono Galeria, uma edição pintada em um azul profundo, que conversa com sua série "Blocos". A madeira posta em dois planos diferentes, porém com a mesma cor, atuam diretamente no espaço real do espectador e se comportam ao mesmo tempo como escultura e pintura.

Esta edição vem acompanhada de certificado de autenticidade assinado pela artista. 

Elizabeth Jobim

Rio de Janeiro (RJ), 1957 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro (RJ), Brasil. 

Beth Jobim, como é conhecida, é desenhista, pintora e gravadora, estudou com Anna Bella Geiger e Eduardo Sued no começo de sua carreira, influenciando-se por estes artistas e tornando-se parte do grupo de pintores da "Geração 80".

Suas obras apresentam uma composição geometricamente estruturada e as linhas e cores se estendem da frente à lateral da tela, enfatizando o caráter tridimensional da estrutura da tela no chassi. Além disso, suas pinturas muitas vezes desdobram-se em dípticos e trípticos de profundidades diferentes, que criam uma fluência espacial.

Desde a década de 1980, passou a expor em mostras individuais como "Desenhos e Pinturas" (1998); "Aberturas" (2006) e "Blocos" (2013). Assim como em exposições coletivas como "Como vai você, Geração 80?" (1984); "13 Femmes de Rio" (1988); "Arte Contemporânea Brasileira" (2001); "Arte e Patrimônio" (2008) e "Art in Brazil" (2011). Participou da 5ª Bienal do Mercosul e teve exposições individuais no Paço Imperial do Rio de Janeiro e na Pinacoteca do Estado de São Paulo, entre outras instituições no Brasil e no exterior. Seu trabalho integra coleções como as do MAM (São Paulo e Rio de Janeiro) e de Dulce e João Carlos Figueiredo Ferraz – (Ribeirão Preto), entre outras.

Em junho de 2013 a artista tem sua primeira individual no MAM- RJ, com a mostra Blocos. Com curadoria de Luiz Camillo Osorio, a mostra trouxe blocos de dois metros de altura, com pintura a óleo sobre tela sobre madeira. “Antes, o visitante estava rodeado pelo trabalho, que ocupava as paredes. Agora o espectador é quem vai rodear o trabalho, com o seu corpo. A diferença é que a pintura desta vez não tem a parede para se apoiar”, explica a artista.

A artista apresentou a individual, "Arranjo", em abril de 2016, na Galeria Raquel Arnaud, onde presentou três séries de trabalhos recentes. Durante a exposição, foi realizado também o lançamento do livro da artista, com texto de Paulo Venâncio Filho e entrevista por Taísa Palhares.

Galerias representantes

Galeria Raquel Arnaud, São Paulo

Galeria Marilia Razuk, São Paulo

Lurixs Arte Contemporânea, Rio de Janeiro

Destaques da carreira

Elizabeth Jobim

  • "Aberturas" | 2005 | Bienal do Mercosul
  • “Elizabeth Jobim - Em Azul” | 2010 | Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, SP “Elizabeth Jobim - Em Azul” | 2010 | Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, SP
  • “Mineral” | 2012 | Galeria Lurixs Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, RJ “Mineral” | 2012 | Galeria Lurixs Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, RJ
  • “Blocos” | 2013 | MAM-RJ, Rio de Janeiro, RJ “Blocos” | 2013 | MAM-RJ, Rio de Janeiro, RJ
“Blocos” | 2013 | MAM-RJ, Rio de Janeiro, RJ
TOPO