Wishlist
R$ 0,00
(0) item(s)

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x
  • Richard Serra, out-of-round-X Richard Serra, out-of-round-X
  • Richard Serra, out-of-round-X Richard Serra, out-of-round-X

Richard Serra +

"out-of-round-X" (cód. 1652)

Seja o primeiro a avaliar este produto

  • Gravura
  • Data 1999/2008
  • Técnica litografia
  • Dimensões (A x L) 70 x 60 cm
  • Edição 251

"out-of-round X" é uma litografia em que há um desenho central circular que se irradia no papel. As formas simples como o quadrado e o círculo são constantemente exploradas pelo artistas, mas não as formas fechadas em si, completas, e sim a relação entre elas e seu redor, entre os objetos e espaço em que se encontram. Para Serra, a adição de um novo objeto no espaço o modifica completamente.

A obra é assinada e acompanha certificado de autenticidade.

Richard Serra

São Francisco, Estados Unidos, 1938 | Vive e trabalha em Nova York, Estados Unidos.

Richard Serra é um dos mais notáveis artistas contemporâneos. Trabalha principalmente com a escultura em grande escala e obras site-specific, mas o desenho é também um importante meio de expressão para o artista. Já participou de importantes exposições individuais e coletivas, como das edições de 1972, 1977, 1982 e 1987 da Documenta em Kassel (Alemanha), da Bienal de Veneza em 1984, 2001 e 2013, e em instituições como o Museu Stedelijk (Amsterdã), o Centre Georges Pompidou (Paris), o Museu de Arte Moderna de Nova York, o Museu de Arte Moderna de São Francisco e a Menil Collection (Houston). Algumas de suas obras estão instaladas permanentemente no Museu Guggenheim de Bilbao e na reserva natural de Brouq, no Qatar.

Seu trabalho como escultor se destaca pelo caráter inovador no tratamento do material e na composição, levando muitas vezes o espectador a questionar o que seus olhos capturam. Geralmente, trabalha em grande escala e se relaciona com a paisagem natural ou urbana. Suas esculturas são desafios à engenharia e à produção industrial pelas dimensões e pela escolha da auto-sustentação das peças majoritariamente realizadas em aço.

O artista não pensa a escultura como um objeto autônomo, mas a vê como um objeto responsável por alterar o espaço onde está. Serra reflete sobre o corpo e seu deslocamento no espaço, movimento pautado nas relações espaciais entre ele e outros objetos ao redor a partir de todos os sentidos. Dessa forma, há sempre uma relação estreita entre a obra, o espectador e o lugar em que ela será instalada.

Além das esculturas, os desenhos e as gravuras são de grande importância para Serra e vistos como trabalhos independentes de sua produção tridimensional. Há também entre eles registros de ambientes como a série "Drawings after Circuit " (1972), realizados a partir da obra "Circuit", instalada na Documenta de Kassel de 1972.

Para o artista, o processo de desenvolvimento de um trabalho chega a ser até mais importante que o resultado, independentemente do meio, material ou escala empregados. Como afirma Serra:  “O que me interessa é a oportunidade de nos tornarnos diferente do que somos, através da construção de espaços que contribuem para a experiência de quem somos.”1

 

1. Fonte: http://www.diaart.org/exhibitions/introduction/96

Galerias representantes

David Zwirner, Nova York, E.U.A.

Gagosian Gallery, Nova York, E.U.A.

Destaques da carreira

TOPO